terça-feira, 25 de julho de 2017

Educação ou Cirurgia Plastica?

Eis a pergunta que não quer calar!

Vejo muito por ai pessoas sem educação, tipo esqueceram o "bom dia, boa tarde, boa noite, obrigado, de nada, com licença, etc...",.
Mas estão toda hora fazendo lipoescultura, ai perguntei para um médico que atua na área, tipo assim tem como fazer uma cirurgia no cérebro para ver se melhora a educação das pessoas. O amigo disse faço cirurgia, não milagres!!!

Só rindo, pois educação parece que foi esquecida e o errado é certo e o certo é errado.

Esse é o novo mundo em que vivemos.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Caderno Pampa e Fronteira Oeste - Encarte ZH 27/08/2016
http://cadernopampa.blogspot.com.br/2016/08/caderno-pampa-especial-distincao.html


Capacitação profissional a serviço da manutenção do emprego
Depois das demissões em massa, verificadas em 2015, volta da inflação e diminuição da renda dos trabalhadores, o cenário do mercado de trabalho no Brasil ainda não é dos melhores e a busca por educação e formação são essenciais para quem deseja manter-se ou conquistar um novo emprego

Foto: Leko Machado/Especial

O atual cenário econômico reflete muitos desafios para o trabalhador brasileiro, que precisa adaptar ao novo momento e buscar alternativas para manter-se empregado ou alcançar novas oportunidades. A recessão afeta diretamente o mercado de trabalho levantando questionamentos como: O que os profissionais devem esperar dessa situação? Como se preparar para enfrentá-la?
O Economista e Professor Eduardo Mauch Palmeira opina pela tendência de retomada do crescimento econômico, porém alerta que a grande preocupação é que cada vez mais as ocupações exigirão que os trabalhadores possuam o chamado C.H.A. (competências, habilidades e atitudes), tornando-os mais qualificadas, sobretudo no setor de serviços, com redução gradual das ocupações menos qualificadas.
“A busca por educação e formação de qualidade é essencial para o aumento da produtividade e para um melhor e maior desenvolvimento econômico da região e do país. Apenas por meio de um ensino de qualidade, não apenas no ensino superior, mas principalmente no ensino fundamental, médio e tecnológico, é que formaremos profissionais qualificados, tão almejados pelo mercado de trabalho. Os empresários buscam profissionais qualificados, mas cabe lembrar que, em tempos de crise, a primeira decisão deste é a demissão para a redução de custos, não sendo esta, na maioria dos casos a melhor a ser feita. A taxa de desemprego supera os 11% no Brasil, é elevada, em função da atual conjuntura do país, a uma tendência de melhora, esta se dará em função das decisões politicas que irão acontecer nos próximos dias. Tenho convicções que a retomada do crescimento será lenta”, argumenta.
Ao mesmo tempo, aproximamo-nos do período de festa de fim de ano e, logo, será necessário iniciar a organização das empresas para atender as demandas de um período de mais movimentação e lucros, o que pode representar uma boa oportunidade para quem está em busca de um emprego. Palmeira destaca que em função da expectativa de vendas, com aumento de preços e redução da capacidade de aquisição de bens e serviços, é possível que as oportunidades de vagas sejam menores em 2016. Com a oferta menor, a concorrência tende a ser maior e, mais uma vez, será a capacitação que fará a diferença.
“A maneira de se preparar para aproveitar as oportunidades que irão aparecer é sempre por meio de boa qualificação. Lembrando que estar qualificado também não garante vaga, pois se não tivermos atitudes empreendedoras pessoais, nada acontece. É um momento de repensarmos nosso modo de agir no campo profissional, uma vez que, os trabalhadores poderão ser contratados com salários menores do que recebiam antes de ser dispensados dos seus postos de trabalho”.
A sugestão é, então, estar preparado. “Estar preparados para novos desafios e novas tarefas é, na atual conjuntura, o grande desafio a ser enfrentado pelos trabalhadores que buscam oportunidades de recolocação. Uma dica é buscar conhecer a empresa a qual irá candidatar-se a vaga de trabalho, saber a história da empresa, o que ela realmente produz e comercializa, o que poderá ser um grande diferencial para o candidato. Os profissionais devem capacitar-se sempre, mas o principal, além de ter competências e habilidades, é ter atitudes que promovam a sua capacidade de empregabilidade, pois este é o grande diferencial no mercado de trabalho”, destaca Palmeira.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

http://www.jornalfolhadosul.com.br/colunista/60/2016/08/25

Opinião 

Vida pessoal versus profissional


Um dos cinco fatores de produção da economia é a mão-de-obra, assim, a busca por profissionais qualificados no mercado de trabalho está cada vez maior, sendo que, na maioria das vezes, as empresas não têm recursos para investir em treinamentos e capacitações, por isso, estar capacitado pode e é um grande diferencial.
Na atualidade, cada vez mais escutamos falar que devemos ser competitivos - posso dizer que discordo, pois apenas competir não basta. É fundamental que sejamos capacitados, tenhamos competências, habilidades, e o fundamental: atitude. Ser competente é, sem sombra de dúvidas, o que irá fazer a diferença na carreira.
Mas como ser um profissional diferenciado no mercado de trabalho? Essa é uma das questões a ser respondida, claro que não é tão simples assim, pois, na atualidade, a vida nos desafia constantemente, e, se vacilarmos, seremos levados a ter de repensar nossas atividades. Lembrando que, na maioria das vezes, colocamos o dinheiro em primeiro lugar. O que não quer dizer que resolverá todos os nossos problemas.
A vida é feita de escolhas. Para que possamos decidir de forma consciente, devemos seguir alguns passos: estabelecermos prioridades, gerenciarmos o  tempo, termos um mínimo de planejamento, exercitarmos a flexibilidade, atribuirmos responsabilidades, vivermos a arte do relacionamento pessoal e profissional, conhecermo-nos, sermos otimistas, lembrarmo-nos: de que tudo na vida é relativo e do ócio criativo.
Não seguindo tais passos, não conseguiremos equilibrar a vida pessoal e profissional, sendo que isso exige consciência do problema e mudança de comportamento. O que é desfavorável: a vida continuará batendo em nossa cabeça até nos deixar amargos, mal-humorados, pessimistas, especialistas em reclamações, a ponto de ninguém mais se sentir confortável com a nossa presença.
Temos de ter muito cuidado para não ficarmos absorvendo problemas atrás de problemas, sejam eles profissionais ou pessoais. Todos têm um limite, então, não insistamos!
Atenção para não ‘comprar’ problemas que não são os nossos e nunca esqueçamos ou duvidemos da capacidade que outras pessoas têm para resolver alguns deles.
Administrar a vida pessoal e profissional exige muito de todas as pessoas, assim, busquemos aperfeiçoar-nos constantemente, estabelecer bons relacionamentos e compartilhar experiências construtivas, para progredir em todos os aspectos, e melhorar nossa qualidade de vida - pessoal e profissional.
Caso isto não aconteça, é grande o risco de desequilíbrio levando ao desenvolvimento de doenças psíquicas, como a depressão, que é uma doença preocupante, pois ultrapassa o simples desânimo e provoca uma desordem no organismo, afetando tanto a saúde mental, quanto a física.
No ambiente empresarial, esta é uma realidade que tem atingido inúmeros profissionais, sendo que estes apresentam alto potencial no emprego e, no entanto, convivem com um baixo nível de realizações pessoais. Então, como lidar com esses fatos? Devemos abandonar o trabalho e nossos planos? Certamente que não.
O que devemos fazer é buscar alternativas para melhorarmos nossa atuação no trabalho e junto aos familiares, pois são estes que dão o suporte para a vida profissional. Lembremo-nos que existem chefes e líderes, e estes podem contribuir, ou não, para o bom desempenho profissional.
Usemos tais dicas para mantermos as obrigações profissionais separadas das atividades pessoais e momentos de lazer, além de deixar longe do ambiente de trabalho coisas pessoais, que poderão prejudicar o nosso dia a dia.

terça-feira, 2 de julho de 2013

Caderno Pampa

Caderno Pampa

http://cadernopampa.blogspot.com.br/2013/06/caderno-pampa-29-de-junho-edicao-290.html

NEGÓCIOS
NEGÓCIOS

 Impostos e tributos no Brasil 
 Muitos manifestantes foram às ruas na semana passada e questionaram vários pontos, entre eles o custo de vida no país

Gastos elevados e pouco retorno são alvos de críticas

 Palmeira destaca a importância de saber o que se está pagando

Os protestos que movimentaram as ruas das principais cidades do Brasil e, que também, chegaram à região, trouxeram vários questionamentos à tona. Entre eles, está o custo de vida no Brasil, que devido ao alto índice de cobrança de impostos torna-se alto e assusta. O economista Eduardo Mauch Palmeira destaca, inicialmente, que o Brasil tem uma das cargas tributárias mais elevadas do mundo. Atualmente, ela corresponde a, aproximadamente, 40% do seu PIB (Produto Interno Bruto). Ainda, em um ranking de 30 países sobre o índice de desempenho em termos de retorno à população dos impostos pagos, o Brasil ocupa o 30º. Quanto maior o valor do Índice de Retorno de Bem-estar à Sociedade (IRBES), melhor é o retorno da arrecadação dos tributos para a população.

“Talvez nesses pontos estejam o início da discussão sobre o custo de vida no Brasil. Uma grande parte da população está endividada e paga cada vez mais impostos, que não dão o devido retorno de bem estar e segurança aos brasileiros, por outro lado às noticias são de mais e mais corrupção no Brasil sem falar nos gastos com estádios de futebol”, destaca Palmeira.

E, como ainda não há maneira de fugir dos impostos, a não ser pagá-los, o economista destaca a importância de a população saber quais tributos está pagando e entender as diferenças entre impostos e taxas, que ao final somam 89 tributos pagos e que de forma direta ou indireta afetam todos os brasileiros.

 Não frustre-se com o novo emprego!
 Uma recente pesquisa apontou que de cada 10 profissionais, seis imaginam realidades diferentes no novo emprego

O anúncio do jornal lista requisitos e oportunidades e, ao que tudo indica, aquela oportunidade profissional é o emprego dos sonhos. Após um longo processo seletivo, as expectativas aumentam e, a realidade só começa a ganhar forma nos primeiros dias de trabalho. Ai é que está o problema, segundo uma pesquisa recente do Glassdoor (uma empresa “startup” reconhecida pela satisfação de seus funcionários), aponta que de cada dez profissionais que mudaram de emprego, seis afirmam que a rotina diária no novo trabalho é muito diferente daquilo que eles haviam projetado antes de aceitar a proposta. Para fugir deste problema, alguns passos ajudam a reduzir as frustrações com o novo emprego.

Pesquise
Chegar na entrevista de emprego com um bom repertório de informações sobre os negócios da companhia não serve apenas para impressionar o recrutador. Tais dados são essenciais para que você faça as perguntas certas e saiba, de antemão, qual o contexto em que provavelmente será inserido.

Ouça
O processo seletivo também é uma oportunidade de ouvir a empresa e entender um panorama mais claro dos bastidores da cultura da empresa.Mas as entrelinhas não são as únicas a falar neste contexto. Muitas vezes, o futuro chefe fala e muita gente, simplesmente, escolhe não entender ou, pior, julga que quando chegar ao novo emprego tudo poderá mudar – algo com raras chances de acontecer.

Conheça-se
Mas não adianta saber cada detalhe que compõe a estrutura corporativa da empresa sem ter uma noção clara se esta cultura combina com você. Ter uma noção clara de si é outro fundamento básico para minimizar as frustrações.

Assuma
Responsabilize-se pelas suas escolhas e encare os desafios. A responsabilidade de estar feliz é do profissional e tenha claro: muitas vezes, não é só da corporação a culpa pelas expectativas frustradas. Em algumas situações, faltou ao profissional a capacidade de prestar atenção em si mesmo e nos detalhes da companhia para tomar a melhor decisão, ou não teve disposição para se adaptar e por aí vai.

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Participação no Caderno Pampa

É só verificar no link abaixo
http://www.cadernopampa.blogspot.com.br/


- Expofeiras movimentam munícipios da região
Livramento, Dom Pedrito, Bagé e São Gabriel estão realizando suas feiras de primavera
Remates são o ponto alto das Exposições com a grande oferta de animais
O mês de outubro é bastante especial e movimentado para o setor rural graças a realização das feiras agropecuárias que reúnem o que há de melhor em genética de touros, ventres, cavalos e outros animais que são sinônimo de bons negócios tanto para vendedores quanto para compradores que são atraídos pela grande oferta de animais diferenciados. Sant’Ana do Livramento, Dom Pedrito, Bagé e São Gabriel estão vivendo suas expofeiras. As programações tem nos remates o ponto alto das festas, mas há ainda outros atrativos e opções.
O Parque de Exposições Visconde de Ribeiro Magalhães vive neste final de semana o encerramento da 100ª Expofeira de Bagé com diversas atrações, entre elas a Vitrine da Carne Gaúcha, uma das novidades deste ano sendo um projeto que visa a promoção da qualidade da carne gaúcha e o diferencial das raças britânicas. Outro ponto alto da festa é o show de encerramento com Paula Fernandez que acontece amanhã a partir 21h. Outras atividades serão realizadas durante todo o final de semana.
Em São Gabriel 78ª Exposição-Feira Agropecuária transcorre de 20 a 28 de outubro e também tem programação especial. Toda esta programação no setor rural movimenta também o setor de acordo com o economista Eduardo Mauch Palmeira. Ele destaca que antes mesmo da realização das feiras a economia local e da região começa a movimentar-se e que diversos setores envolvem-se, mesmo sem perceber, ou seja, todos os trabalhadores e fornecedores da Feira faturam também, mesmo de forma indireta. Além disso, o turismo de negócios ganha impulso nestas oportunidades.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

terça-feira, 31 de julho de 2012

189 anos de Sant’Ana do Livramento - Caderno Pampa



 
189 anos de Sant’Ana do Livramento 

 

Uma cidade de futuro promissor, com potencial para alcançar vários outros anos em pleno desenvolvimento e proporcionando qualidade de vida para sua população com ótimas opções de lazer, educação, turismo, saúde, segurança, emprego e em muitos outros aspectos. Sant’Ana do Livramento completa no próximo dia 31, 189 anos com muitos motivos para comemorar.
Durante todo o mês de julho ouvimos representantes da sociedade santanense, que listaram os pontos positivos da cidade e as perspectivas para o futuro. Muito se falou sobre o potencial da fronteira com o Uruguai, que atraí visitantes para ambos os lados, impulsiona o comércio, gera empregos na rede hoteleira e de restaurantes e promove a cidade. Outros lembraram ainda da possibilidade de criação de Free Shops no lado brasileiro, o que viria à agregar ao potencial de Livramento para o turismo de Compras. Outros tantos lembraram da energia eólica, recentemente inaugurada na cidade que projeta novos e promissores rumos. A educação, com o crescimento da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) também foi lembrada. O potencial do campo, com a pecuária e agricultura ganhou destaque em muitas respostas e vários outros aspectos também foram lembrados.
Para o futuro, muitas projeções foram feitas, mas todos foram unânimes em afirmar que a cidade possui grande potencial para crescer e se desenvolver ainda mais, assim como analisa o Economista Eduardo Mauch Palmeira. Ele lembra que por muitos anos a metade sul foi deixada de lado, mas que este quadro está em mudança e a região vem se projetando para todo o país e reativando as potencialidades desta terra.
“O que noto é uma mudança na matriz produtiva, saindo apenas da orizicultura e da pecuária, passando para novas atividades como a energia eólica e a vitivinicultura. A cidade de Livramento/Rivera tem tudo para ter sucesso nos próximos anos, impulsionada pelos Free Shops no lado brasileiro. Mas não podemos ficar só nisso, precisamos agregar valor aos produtos locais e atrair novos investimentos. Creio que o setor turístico possa ser o caminho. Quanto a educação é fato que com a chegada da Unipampa a cidade torna-se pólo educacional, atraindo também alunos do país vizinho”.
Palmeira também projeta um futuro promissor para Livramento.
“Entendo que em pouco tempo, talvez 10 anos, a cidade terá uma realidade bem diferente, mas isto também dependerá da comunidade local, pois não depende só do poder público. A comunidade empresarial deve se fazer presente nas atração de novos negócios, e tudo indica que isto ocorrerá”.


Turismo, vinicultura e energia    


 
 
 

Quem deseja conhecer melhor Sant’Ana do Livramento precisa visitar alguns pontos fundamentais da cidade. O Lago do Batuva é uma excelente opção de turismo e lazer. No local é possível aproveitar os raios de sol em contato com a natureza e ainda tem a opção de praticar esportes e se divertir em família ou com amigos. O turismo em Livramento também tem ponto alto junto a cidade de Rivera. Lá é possível visitar os Free Shops, além de desfrutar de ótimos restaurantes. A vinicultura também agrega opções ao turismo. Logo na entrada da cidade é possível visitar algumas vinícolas e conhecer o processo de fabricação dos vinhos. Também na entrada da cidade pode-se avistar o Cerro das Palomas, conhecido ponto turístico da cidade.
A energia eólica transformou a paisagem da Fronteira. A Usina Eólica do Cerro Chato foi inaugurada no mês de junho em uma área de 8mil hectares e já conta com 45 aerogeradores, que juntos são capazes de gerar 900 megawatts com capacidade de abastecer uma cidade de 200 mil habitantes. Nesta primeira fase do empreendimento, cinco aerogeradores já estão em funcionamento. Tudo isso, para utilizar o potencial do vento local na fabricação de energia elétrica limpa.

A Festa!
Com a aproximação do dia 30 de julho, quando completa 189 anos, uma grande festa está sendo preparada.

Programação oficial
28 de julho:
Festa do Ovino e Vinho – Durante todo o dia no Parque Internacional
29 de julho:
Torneio de futsal – 9h – na Praça OriosvaldoBrecelé
Corrida ciclística – 14h – no Lago do Batuva
30 de julho:
Abertura oficial com hasteamento das bandeiras – 8h – Na praça Internacional
Durante todo o dia os espaços culturais estarão abertos a visitação com exposições em comemoração ao aniversário da cidade
31 de julho:
Apresentações artísticas em homenagem às empresas que impulsionam o desenvolvimento da cidade – 20h – Salão Nobre da prefeitura
02 de agosto:
Inauguração da exposição Livramento 189 anos no Museu Municipal Davi Canabarro
03 de agosto:
Mateada em frente a Casa de Cultura durante todo o dia com apresentações artísticas, brinquedos infláveis, jogos da Secretaria do Esporte com campeonatos de Pênalti e Embaixadinhas em comemoração a reinauguração do monumento de homenagem a Copa do Mundo de 1970.
04 de agosto:
Torneio de Futebol de Bombachas – das 9h às 17h na Praça OriosvaldoBrecelé
Culto da Amel – 19h no Salão Cultural
06 de agosto:
Encerramento oficial da programação no Salão Cultural da Prefeitura

terça-feira, 17 de julho de 2012

Pós-Graduação (MBA) da Faculdade Anglo-Americano de Bagé.

Aos que querem fazer um curso com qualidade sem sair de Bagé.


Abaixo o Quadro dos cursos de Pós-Graduação (MBA) da Faculdade Anglo-Americano de Bagé.

Os cursos terão inscrição de R$ 100,00 + 18 (dezoito) parcelas mensais (ver quadro abaixo) Vagas Limitadas


Nome do curso
Carga horária
+
TCC (30h)
Tempo de Duração
Inscrição (R$ 100,00) +
Valor da mensalidade
18 parcelas
Inicio e término
 do curso
(Previsto)
1
MBA EM ADMINISTRAÇÃO PUBLICA
360 horas
18 meses
R$ 299,00
09-2012
03-2014

2
MBA EM AGRONEGÓCIO E BUSINES
390 horas
18 meses
R$ 329,00
3
MBA EM AUDITORIA E PERICIA CONTÁBIL
450 horas
18 meses
R$ 329,00

4
MBA EM COOPERAÇÃO INTERNACIONAL
375 horas
18 meses
R$ 299,00

5
MBA EM ESTRATÉGIA DE MARKETING
360 horas
18 meses
R$ 299,00

6
MBA EM ESTRATÉGIAS EMPRESARIAIS
390 horas
18 meses
R$ 299,00

7
MBA EM FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO
390 horas
18 meses
R$ 299,00

8
MBA EM GERENCIAMENTO AMBIENTAL
420 horas
18 meses
R$ 329,00

9
MBA EM GESTÃO DE PESSOAS
390 horas
18 meses
R$ 299,00
10
MBA EM LOGISTICA EMPRESARIAL
390 horas
18 meses
R$ 299,00

11
MBA EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
360 horas
18 meses
R$ 299,00

12
MBA EM GESTÃO EMPRESARIAL
360 horas
18 meses
R$ 299,00

13
MBA EM NEGÓCIOS E ECONOMIA
360 horas
18 meses
R$ 299,00

14
MBA EM DIREITO EMPRESARIAL
390 horas
18 meses
R$ 399,00

  
Maiores informações favor solicitar por este blog ou pelo telefone (53) 3241-7299 (Faculdade Anglo-Americano de Bagé)

Garanta já a sua vaga.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Pós-Graduação na Anglo-Americano

Aguardem, só mais uns dias, pois vem ai os cursos de pós-graduação da Faculdade Anglo-Americano de Bagé.
Você não precisa sair daqui para ter cursos de MBA com a máxima qualidade.

AGUARDEMMMM

terça-feira, 5 de junho de 2012

Você chegou na faculdade: parabéns, sua vida acabou! Liberdade, aulas, professores, estudos, provas, notas. Tudo pronto para seu fim


Calma, calma, calma! Não é pra assustar ninguém!
Quando você sai do ensino médio, cheio de expectativas para entrar na faculdade, você nem imagina o quão diferente sua vida vai se tornar e o quão diferente seus hábitos de estudo precisarão ser.
Baseando-me em minhas bolas fora experiências no universitárias e também nesta tabela da Universidade de Murray, fiz uma tabela comparativa entre o Ensino Médio e a Faculdade no Brasil. Espero com ela ajudar muitos estudantes a se adaptarem mais fácil e rapidamente aos seus cursos universitários.
Fique à vontade para relatar suas próprias experiências em seu curso superior.

Liberdade Pessoal

…no Ensino Médio…na Faculdade
É obrigatório e grátis (a não ser que você escolha outras opções)É opcional e custa caro
Você precisa de permissão para participar de atividades extracurricularesVocê mesmo deve decidir quando participar de atividades extracurriculares
Seu tempo é organizado por outras pessoas (pais e/ou professores)Você organiza seu tempo
Você só precisa de dinheiro para compras ou eventos especiaisVocê precisa de dinheiro para qualquer necessidade básica
Você pode depender de seus pais e professores para lembrá-lo de suas responsabilidades e definir prioridadesVocê terá que encarar muitas decisões morais e éticas com as quais você nunca se deparou. Você mesmo precisa cuidar de suas responsabilidades e definir suas prioridades
Qualquer correspondência é enviada a seus pais. Eles lêem e falam pra você o que for necessário saberToda correspondência será enviada para você. Você deve ler tudo que lhe for enviado e será responsável por esse conteúdo
Princípio Guia: Você será avisado sobre suas responsabilidades e corrigido se seu comportamento não estiver de acordoPrincípio Guia: Você é responsável pelo que faz ou deixa de fazer, assim como pelas conseqüências de suas decisões

Aulas

…no Ensino Médio…na Faculdade
Todos os dias você tem uma disciplina após outra, em seqüênciaGeralmente você tem algumas horas entre uma aula e outra. Elas podem variar nos dias da semana, conforme o número de disciplinas que você cursar
Você gasta 5 ou 6 horas por dia, cerca de 30 horas por semana na escolaVocê gasta em média 12 a 16 horas semanais na universidade
O ano escolar tem 36 semanas em médiaO ano acadêmico é dividido em dois semestres de 16 a 18 semanas
Professores atendem às dúvidas de forma particularAlguns professores podem não prestar atendimento formalmente (a maioria presta), mas todos gostam de saber quais os problemas que os alunos estão enfrentando
A turma, normalmente, não tem mais que 35 alunosAlgumas turmas podem ter de 75 a 100 alunos
Os livros de estudo são grátis ou têm um preço relativamente baixoDependendo do seu curso, os livros de cada semestre podem custar até R$800,00. Geralmente a biblioteca da universidade possui alguns exemplares
Você não precisa saber quais são os conhecimentos básicos necessários para formar-se, antes de aprendê-losOs requerimentos da graduação são complexos e mudam muito de curso para curso. Sempre tenha com você a grade curricular do seu curso e informe-se sobre as atividades curriculares que são obrigatórias em sua formação. No curso de Letras da minha faculdade, por exemplo, são necessárias 200 horas complementares em cursos ou atividades extra curriculares

Professores

…no Ensino Médio…na Faculdade
Professores olham se você fez o tema de casaProfessores podem não cobrar suas lições de casa, mas assumem que você pode lidar com aquelas questões nas provas
Professores lembram você sobre trabalhos incompletosProfessores não lembram você sobre trabalhos incompletos
Professores chegam até você se perceberem que está precisando de ajudaProfessores são, geralmente, abertos e prestativos, mas esperam que você mesmo chegue com suas dúvidas
Professores estão disponíveis antes, durante e depois das aulasProfessores esperam que você respeite suas agendas
Professores foram treinados com metodologias de ensino que incentivam você em todas áreas do conhecimentoProfessores são especialistas em suas áreas
Professores lhe fornecem o conteúdo caso você tenha faltado alguma aulaProfessores assumem que você não falta aulas. E se faltar, que esteja com a matéria em dia, pegando com algum colega
Professores apresentam material extra para ajudar você a entender o material do livro de estudosProfessores podem não seguir o livro de estudos. Ao invés disso, eles fornecem ilustrações, informações complementares e discutem sobre o tópico que está sendo estudado. Além disso, eles esperam que você mesmo relate o que o livro de estudos traz
Professores quase sempre escrevem no quadro e você deve copiar tudo no cadernoProfessores explicam ou lêem sem parar, esperando que você identifique os pontos importantes em suas anotações. Quando eles escreverem no quadro, geralmente é para ampliar o assunto e não para resumi-lo
Professores transmitem conhecimento e fatos, às vezes fazendo conexões diretas e guiando você pelo raciocínioProfessores esperam que você pense e desenvolva um raciocínio sobre a síntese dos tópicos, que muitas vezes parecem não ter ligação entre si
Professores relembram você sobre datas e o que mais for necessárioProfessores querem que você leia, guarde e consulte o programa da disciplina, dado no primeiro dia de aula. Esse cronograma diz exatamente o que é esperado de você, as datas das principais avaliações e como elas vão ser

Estudando

…no Ensino Médio…na Faculdade
Você pode estudar fora da aula cerca de 2 horas por semana ou menos e, geralmente, será uma preparação em cima da horaVocê precisa estudar ao menos 2 ou 3 horas para cada 1 hora de aula que você tiver
Você precisa ler ou ouvir o material apenas uma vez para aprender tudo que precisaVocê precisa revisar seu material e suas anotações regularmente
Você tem pouca coisa para ler e essas leituras geralmente são retomadas em aulaVocê tem uma quantidade enorme de leitura e nem sempre esse conteúdo é retomado em aula
Princípio Guia: Você será informado em aula sobre o que você precisa aprender lendo fora da escolaPrincípio Guia: Cabe a você ler e entender todo o material disponibilizado. As leituras seguintes assumem que você leu e entendeu as anteriores

Provas

…no Ensino Médio…na Faculdade
As provas são freqüentes e cobrem uma pequena quantidade de conteúdoHá poucas provas e o conteúdo é cumulativo, cobrindo uma grande quantidade de material. Você, e não o professor, precisa organizar esse material para a prova. Algumas disciplinas podem ter apenas 1 prova por semestre, ou ainda não ter nenhuma
Geralmente há provas de recuperação de notaProvas de recuperação são raras e se houver, você precisa requisitá-las
Os professores podem reorganizar datas de provas para não haver conflitos com outros eventos da escola ou provas de outras disciplinasProfessores não se importam com as atividades de outras disciplinas
Professores geralmente fazem aulas de revisão, apontando os conceitos mais importantesGeralmente não há aulas de revisão. Se houver, o professor espera que você seja um participante ativo e que venha preparado com perguntas
Tirar 10 significa que você possui a habilidade de reproduzir o conteúdo da mesma forma em que lhe foi apresentado ou resolver tipos de problemas que lhe foram mostrados como resolverTirar 10 significa aplicar o que você aprendeu a novas situações ou resolver novos tipos de problemas

Notas

…no Ensino Médio…na Faculdade
Notas são dadas para todos os tipos de trabalhosNem todos os trabalhos valem nota (a maioria, por sinal, não vale)
Fazer lições de casa regularmente pode ajudar a aumentar suas notas, caso estejam baixasNotas de provas ou trabalhos robustos são, geralmente, os únicos fatores que influenciam na nota final
Quase sempre há trabalhos extras que você pode fazer para aumentar sua notaTrabalhos extras não podem ser usados para aumentar sua nota
As primeiras provas, especialmente por serem de pouca importância, podem não influenciar muito em sua nota finalTome muito cuidado com suas primeiras provas. Elas servem geralmente para lhe “acordar” e para você saber o que esperar das próximas. Porém, ao mesmo tempo, podem ter grande influência em sua nota final
Princípio Guia: “O esforço conta.” Você é recompensado pelo seu esforço como estudantePrincípio Guia: “O resultado conta.” Ser um “estudante esforçado” pode contar na hora de deixar o professor feliz em ajudá-lo a alcançar bons resultados. Só que o esforço não substitui os resultados